10.8.13


Hoje estou demasiado inspirada.
Era capaz de escrever um livro inteiro e reescrevê-lo, inspirando-me apenas nesta mesma paisagem.

- Não, não era. Estou apenas inspirada demais.

Há tantos ontens em que me senti expirada. E quando digo expirada, refiro-me aos momentos em que a minha mente se vulgariza e a minha imagem não reflete. Refiro-me a pessoas. A todas aquelas, que de algum modo me fizeram sentir menos eu do que eu deveria ter sido.
Há dias em que todos aqueles e aquelas conseguem esvaziar-nos por dentro, reduzir-nos a metade de um cêntimo. 

Há dias ...

Mas eu prometo. Eu prometo não deixar que me levem a alma. Eu prometo crescer, sem matar a minha essência.

Sem comentários:

Enviar um comentário

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic