14.9.14

COLLEGE | First impressions

Lisboa é o mundo. É o mundo fechado numa cidade, a gritar por ser explorada.
Infelizmente, desta vez que lá fui, não deu muito para percorrer os sítios que me lembram o porquê de amar a capital. Vou explicar-vos.
Nos dois dias que lá estive, fiz a matrícula na minha universidade (go FMUL!) e andei à procura de alojamento. No primeiro dia, ficamos cerca de 7h numa fila só para inscrever o Diogo (aka my twin brother) na Universidade Nova de Lisboa. E já para não falar de que tínhamos saído de Famalicão às 4:30 da manhã. E já para não mencionar as três intensas horas de viagem de carro. E já para não referir o stress que aquela Ponte 25 de Abril me causou. Sinto-me solidária com todos aqueles que têm de passar por lá para irem para os seus trabalhos, todas as manhãs. O trânsito é terrível e a poluição sonora entranha-se em qualquer um. 




Aqui, até parece inofensiva. Mas vá, não podemos ignorar a beleza desta infraestrutura. Haja algo de muito bom nela.

Eram 4 da tarde e finalmente o meu irmão era um caloirinho da FCT. De seguida, alojamo-nos na casa de um primo da minha mãe e acabamos por jantar num restaurante lá das redondezas. A minha fome era nenhuma e a comida não me conquistou nada. O café é sempre café e por isso salvou o dia.
No fim do primeiro dia, eu tinha já acumuladas as seguintes coisas: falta de paciência, excesso de sono e uma vontade enorme de conhecer a minha universidade, no dia seguinte.
(by the way, risquei mais um desejo da minha wishlist: "Comer um gelado da Santini")


- DAY 2 -

Acordadinha às 7 da matina para que tudo corresse bem e, com sorte, chegar a casa antes da hora de jantar. But, life said: No, I will just slap you first.

E o cenário foi este: ficar 2h presa no trânsito, perder mais 1h a descobrir onde ficava a minha faculdade (com a ajuda preciosa da Rita (aka the GPS voice)), chuva e mais chuva, esperar mais horas pela minha vez de matrícula, fazer a matrícula online no pc da faculdade e perder os dados que tinha preenchido e GRAVADO, porque sim; refazer isso tudo, estar quase no fim da inscrição e chegar uma mulher ao pé de mim e dizer: Vamos encerrar agora as inscrições, por isso só pode completar a sua depois das 14h; eu dando em louca, procurar alojamento - sem sucesso, não almoçar, voltar à faculdade e esperar ainda mais numa outra fila, ser finalmente recebida para finalizar o processo e perceber que o meu médico assinou mal o pré-requisito necessário e FUNDAMENTAL para o processo de inscrição num curso de saúde (enfim).

Mas nem tudo foi stress, azar e filas sem fim.

Enquanto corria de um lado para o outro, conheci pessoas maravilhosas. Pessoas essas que me serão caras muito familiares este ano. Conheci os cantos da faculdade. Vi o que me esperava e ia muito de acordo a tudo aquilo que eu imaginava, em pequenina (o que significa: há bem pouco tempo) quando me colocava, em sonhos, na universidade. 
As pessoas eram todas super acolhedoras e simpáticas e motivadoras. Não houve sinais de praxe, nesse dia - o que para mim foi um lufada de ar fresco, para ser sincera. Não me sentia emocionalmente preparada para ela, naquele dia. Estava tão cansada de correr de um lado para o outro, de dormir mal e de me sentir pequenina numa cidade gigantesca que, aquele dia sem praxe acabou por saber bem. No entanto, para a semana, hei-de ser praxada, nem que seja para formar uma opinião acerca do assunto. Até lá, resta-me aproveitar os meus dias de não besta.

Uma das coisas que também me fez sentir espetacular foi este kit caloiro. Eu sei que é uma coisinha sem importância, mas adorei recebê-lo. Brevemente, terei o meu cartão de estudante que irá encaixar naquele retângulo e imaginá-lo faz com que eu me sinta orgulhosa de ter sido aceite numa universidade com tanta história e tanto prestígio para me oferecer.
Como disse, é um brinde simplório, mas para mim é algo mais. Faz-me sentir parte de algo grandioso, que um dia me trará mais felicidade aos meus dias, se tudo correr da melhor maneira.


Vai ser um longo caminho, eu sei. Não é só ter que hibernar completamente, durante estes próximos 6 anos que se avizinham, mas mais importante do que isso, é conseguir suportar a distância. Conseguir lidar com os quilómetros que nos separam - a mim e ao meu irmão e a mim e aos meus pais.

Um dia, prometi a mim mesma que seria sempre a minha própria heroína. O plano de salvamento começa agora.



*Um obrigada a todos os meus novos seguidores, que tanto interesse têm demonstrado no meu blog. Sejam bem-vindos!



11 comentários:

  1. Eu nao sei se conseguia viver em Lisboa apesar de adorar os fins de semana prolongados que lá passo de vez em quando. Prefiro outras cidades que têm vida e tudo o que há para viver mas são mais simpáticas na confusão. No entanto, parece ser indicada para ti e espero que tudo te corra bem :)

    ResponderEliminar
  2. Inês!
    Tenho breve ideia daquilo que sentes neste momento. Entusiasmo, ansiedade, receio, curiosidade, medo... Mas acho que acima de tudo, orgulho. Em ti mesma, nas tuas conquistas, na tua coragem.
    Ir estudar para longe não é coisa fácil, mas acredito que é mesmo como diz o ditado, tudo vale a pena quando a alma não é pequena. E a tua, minha querida, parece ser enorme.
    Estás a seguir o teu sonho, e nem toda a gente tem a sorte de dizer o mesmo. Isso acontece porque, todas as escolhas que fazemos ao longo da nossa vida, sendo as corretas, revelam o melhor que há em nós e guiam-nos até ao nosso caminho, até ao nosso fado. Pois as tuas, levaram-te ao teu, ironicamente ao coração do fado, Lisboa.
    Este é o primeiro passo. O primeiro sinal que o Universo te decidiu dar para te mostrar que, a partir de agora, pertences ao mundo.
    Mostras ser enorme, qualquer rapariga gostaria de ter a confiança que tu tens em ti mesma. Por mim falo. Sei a luta que travo todos os dias, para, usando as tuas palavras, ser a minha própria heroína. Pois olha, quando leio os teus posts, penso "esta luta vale a pena".
    Não estou aqui para te falar de mim. Mas acredito piamente que mudamos o mundo com um ato de carinho de cada vez, e achei que o merecias. Às vezes damos por nós tão sobrecarregados de emoções que nem sabem bem o que sentir, e só precisamos que alguém nos diga: "sossega, estás no teu caminho."
    Pois então, sossega Inès, estás no teu caminho.
    A distância pode parecer um bicho de sete cabeças, mas aqueles que nos amam nunca nos abandonam. Estão realmente sempre connosco, incondicionalmente. E estás a seguir o teu sonho, isso dar-te-à sempre grande ânimo.
    Vais ser uma médica fenomenal, boa sorte Inês e que tenhas sempre calma nos momentos de maior aflição!
    Lisboa é tua, own it like B

    ResponderEliminar
  3. Espero que corra tudo bem e adores viver em Lisboa!

    ResponderEliminar
  4. Que tenhas muito sucesso enquanto estudante de Medicina e que, no pós finalização de curso, te corra tudo bem :) A irmã do meu namorado também está a tirar a Medicina. Vai agora para o terceiro ano mas está a tirar no Porto :)
    Já agora, existe uma blogger a My Fashion Insider que também estudou Medicina e penso que estudou nessa escola. Podias ir ver o blogue dela e falar com ela :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Nádia (do My Fashion Insider) é de Braga e estudou na Universidade do Minho. De qualquer das formas, é um amor e está sempre pronta a ajudar!

      Eliminar
  5. Parabéns pela entrada na faculdade!! Os meus dois melhores amigos, andam na FMUL vão para o terceiro ano :)

    ResponderEliminar
  6. Adorava vir a estudar em Lisboa! FIco feliz por ti :)
    Moravas aqui pertinho :P

    ResponderEliminar
  7. Olha que era engraçado xD Se te meteres na praxe então vais conhecer de certeza que eles tão lá sempre :)

    ResponderEliminar
  8. Com calma e "concentração" conseguimos entender-nos no metro, não é o maior problema do mundo. Só não é intuitivo, infelizmente :b

    ResponderEliminar
  9. Lisboa... Amo Lisboa e vivo para esta cidade.
    É mesmo um mundo. Há tudo e mais alguma coisa por aqui. E podemos ver isto mesmo, desde que tenhamos os olhos bem abertos.

    ResponderEliminar
  10. Lisboa é Lisboa, tem outro encanto :))

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic