11.2.15

11.2.15: A casa dos meus avós cheira a felicidade.





O suporte da televisão inventado e esta máquina que faz o café mais maravilhoso.

O armário dos chocolates. Diogo e Kika. Nós sempre soubemos onde os nossos avós os escondiam.



O sítio dos livros. O meu avô estima cada um como se de um filho se tratasse. E nunca leu um sequer.


Os mixes decorativos da minha avó.

Esta vista que não esqueço. Desta varanda, vê-se Famalicão inteiro.


A minha avó e a mania de dar saias às plantas.





Ah-ah! Aqui estávamos nós, bem no canto deste quadro. 

Diogo, aí em Lisboa... Pena que este chocolate tenha ficado só para mim.

O croché da minha vovocas.






"Quando morrer, quero que usem esta foto. Tirei-a especialmente para isso. Para que todos saibam que mesmo morta sou bonita."  E é isto que aturo. É um discurso que me aborrece. O tema não é o melhor. Mas consegue fazer-me rir sempre que o diz.
Conseguem ver as semelhanças entre mim e a minha avó? Claro que conseguem! 
Sr.Gabriel.
Esta carinha laroca não engana ninguém! É o melhor olhar do mundo. (O fundo aos corações é do salão da minha mãe,que já está todo decorado e pronto para o Dia de S.Valentim!)

1 comentário:

  1. Aii tantas fotos Nêss! Adorei todinhas, em especial aquelas do quadro com uma fotografia tua e do teu irmão :p ahah

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic