3.7.15

INSTAGRAM | Junho


Junho foi um mês de tantas coisas. Nem sei por onde começar. Nem tão pouco quero parar de falar nele. Foi bonito. Recompensador. Um mês de coisas novas. 30 dias que me fizeram repensar, lembrar aquilo que quero e quem sou. Junho tirou-me da minha zona de conforto vezes e vezes sem conta e ainda assim... estou tão confortável com aquilo que me deu. 


DESTAQUES

O regresso à terra: Depois de um mês abafado de exames, eis que Junho me leva numa lufada de ar bem bem fresco, para o meu berço. Famalicão. Ai como te adoro. A melhor amiga do mundo. Os melhores sítios com os melhores cafés de sempre. E horas de atualizações da nossa vida. O habitual que sabe bem.

A inauguração do guarda-sol e da salada russa: A chegada do bom tempo, aqui por casa, é recebida como o Natal. Só que em vez de uma árvore, nós resgatamos o bom do guarda-sol da garagem. Os Domingos passam a ser injetados de oxigénio, com jantares leves ao sabor do vento. 

A cidade virou a Disneyland: Por uma semana, Famalicão vestiu-se de boas cores! O festejo do Sto. António é sentido ao rubro por cá e os típicos carrinhos vêm atrás. Cada ano, a minha vivência da feira é diferente, porque cada ano eu estou também diferente. Hoje é a Nonó que assume o papel principal e é ela a nossa guia pela feira dos carrosséis. Guia e cliente, atenção. Menos da Casa Assombrada. Obrigou-me a sentir-me gigante dentro de uma casinha escura para armar um berreiro à Nonó porque se assustou com a música. (Mas, aqui que a Nonó não nos ouve, aquilo era realmente assustador, até eu senti vontade de voltar para trás com tanta teia pendurada e solos movediços.)

Miradouro de S.Pedro de Alcântara: E finalmente visitei este miradouro, em Lisboa. Fiquei com uma vontade enorme de conhecer esta vista assim que a vi numa novela da noite. Incrível.

Apareci num post do blog O meu Ipad Veste Prada: Se forem dar uma espreitadela à minha wishlist, este era um dos desejos utópicos, pensava eu, que lá tinha. E concretizou-se. Na foto, se virem bem, veem duas jovens estagiárias de Medicina perdidas pelas ruas do Chiado, de mochila às costas com a bata a amassar toda para o dia seguinte. Yup. Eu e a Lips aparecemos mesmo mesmo mesmo num blog famoso.

Estágio de Enfermagem: Aquela felicidade dos inícios. Sobre o estágio deste meu Junho acho que já vos falei que baste na etiqueta College. Fica a memória de uma primeira experiência. Ficam os nomes dos primeiros. Doentes. Enfermeiros. Médicos. Ficam as estreias em operações e exames médicos nunca antes assistidos. Ficam as anotações que levo para a vida. 

The Great American Disaster: Num jantar incrível reuniu-se uma turma incrível. Foi bom estar com eles fora do ambiente de trabalho. A FML juntou-nos e tão cedo não nos separa. Temos um carinho enorme pela picuinhice de cada um e este jantar foi ótimo para conhecer ainda mais Lisboa pelos pés dos que vivem por lá. Não podia ter pedido melhor turma. A Turma 3 Fantabulástica não será esquecida, vos garanto. E nada melhor que uma hamburgueria no Marquês para selar esse acordo. Fica apenas o arrependimento de não ter pedido um batido dos deles! Para a próxima, não me escapa.

A tal saída a três: As três. Fomos quase sempre as três este ano. Na faculdade, conhecemos imensas pessoas, mas cingi-mo-nos ao nosso mini-grupo confiável. E desde o início do ano que prometíamos um jantar, um almoço, qualquer coisa! E nunca acontecia. Ou porque uma ia embora na sexta, ou porque outra tinha outro almoço.. Mas eis que surgiu o dia em que os horários do estágio foram compatíveis e as três conseguimos uma ida ao Colombo, com direito a muita reposição de cusquices e gargalhadas, daquelas sinceras, sem limite de duração! Eu adoro estas minhas alfacinhas e vou guardá-las para sempre no meu coração. A minha Lips (aka Filipa) e a minha Nocas (aka Ana Sofia). Vocês sabem.

Reencontros que preenchem: Revimos um amigo de longa data e foi incrível fazê-lo. Percebi que as pessoas se podem afastar mas não se afastam de facto daquilo que foram para nós. E o Eduardo é uma dessas pessoas. Cresceu, viveu outras vivências do outro lado do mundo, mas lembra-se do que viveu connosco e essa memória não lhe saiu dos olhos o tempo todo que esteve por cá. Eu senti-me presente na sua vida mesmo sem lá estar, a tempo inteiro. Eu acho que as vindas e idas do Edu me deixam sempre assim: nostálgica. Porque eu sei que as melhores pessoas nem sempre podem ficar perto, que era mesmo onde as queríamos ter. Eu gosto mesmo muito dele e vou sempre achá-lo incrível, seja aqui ou a quilómetros. Espero por mais um reencontro e, desta vez, mais rápido, sim?


M Ú S I C A






C I TA Ç Ã O

"Finally... 50 states of gay." (via tumblr)

2 comentários:

  1. Parece que foi um mês em cheio! :)

    http://finddyourway.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. São essas experiências fantásticas que nos fazem crescer :)) desde o estágio, a conhecer pessoas e a reconhecer outras! Que o mês de julho te surpreenda mais ainda :DD

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic