10.9.15

Cook With Her | Blessing Breakfasts



Responder à questão Qual é a tua refeição sagrada do dia? sempre foi bastante fácil para mim. O pequeno-almoço. O meu pequeno-almoço que tende até a ser bastante grande. Faço-o para ser sempre o mais completo e variado possível. E faço-o para duraaaaaaar. O tempo que eu quiser. As manhãs são minhas. Sou só eu e a poesia que há em ter o meu café bem doce por perto. 

Deixo-vos aqui com algumas sugestões para também começarem os vossos dias da melhor forma.



1. Mousse de Abacate 
(com topping de morangos, framboesas e acompanhado por sementes de goji)


1 Abacate relativamente maduro e 2 pacotes de natas, açúcar (ups) e um limão para adiar a oxidação, tudo batido em conjunto. Nada que saber!


2. Pão torrado com manteiga e doce de morango juntinhos 
(acompanhado de uma bela cevada)



3. Batido de Banana e Aveia
(com extra aveia no topo, embelezado por umas gotinhas de maracujá e algumas framboesas) 


Este é da minha autoria. É misturar: banana (aproveitei as que estavam a amadurecer cá por casa), uma boa dose de aveia para dar consistência à coisa, um iogurte de morango da mimosa (porque são os meus preferidos) para contrastar com o sabor da banana. Adicionei leite de soja (experimentei pela primeira vez e que boa experiência!) à mistura e triturei tudo com a varinha mágica. Adicionem ainda umas gotinhas de limão, já sabem porquê.


R E C E I T A   E X T R A :


4. Panqueca feita de 2 ovos e 1 banana 
(com topping de frutos vermelhos)


Esta descobri hoje mesmo! Bati tudo com a varinha mágica e 'fritei' a mistura numa frigideira. Raramente uso óleo nos meus pratos, substituo-o sempre pela manteiga líquida da Vaqueiro. É uma boa maneira de fugirmos ao óleo! Estou ainda para experimentar o óleo de côco, que sei que ainda é mais benéfico, mas ainda não o vi à venda.


Aproveito para vos dar esta nota final: Eu sou muito má com a explicação de doses. A minha forma de trabalhar na cozinha é o tudo a olho! Tento trabalhar com proporções minhas, que me parecem funcionar, e quando não funcionam adiciono mais isto ou aquilo. Acho que somos todos assim quando queremos dar passos de bebé na cozinha. Por isso, aqui no blog nunca me vão ouvir falar de quantidades ou talvez, quem sabe, a vertente Masterchef  surgirá em mim.

Digam-me se acharam este post útil, de alguma forma. Não sou especialista em nada do que aqui foi dito, mas confesso que cada vez tenho gostado mais das fotos que tiro a comida e, também por isso, resolvi partilhá-las aqui, junto com as instruções. Bon Appétit 

3 comentários:

  1. Já experimentei a panqueca aqui em casa e gostei :D amanhã vou fazer o batido com aveia e vou por um bocadinho de maracujá como fizes-te, também estou curiosa para provar :)

    The eyes of a Mermaid

    ResponderEliminar
  2. Fiquei super curiosa com a mousse de abacate!

    ResponderEliminar
  3. Tu e as experiências :p
    Tenho que experimentar essa panquecaa!

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic