20.9.15

HERE | Honestly, FRANKIE!


As minhas colegas, nascidas e vividas em Lisboa, já me tinham falado muito no FRANKIE. Com a faculdade às costas durante o ano inteiro, fomos adiando esta nossa visita. 

Segunda-feira, dia de regresso à cidade, foi o dia!



O atendimento. Fomos almoçar por volta das 14h30, o sítio estava cheio mas fomos atendidas rapidamente. Simpáticos e rápidos! É assim que tem que ser. Uma pessoa com fome não quer esperar demasiado, não é verdade?

O pedido. No menu, atentou-me o belo do Tuga. Pela imagem, que fazia qualquer um salivar, e pelo nome bem portuguesinho. O Tuga é um dos pratos mais acessíveis e tem ingredientes que foram para mim uma escolha segura. Eu sou muito assim. Quando vou a sítios novos, gosto de apostar na coisa mais dentro da minha zona de conforto e, depois, se gostar, numa próxima vez, parto para coisas bem mais arrojadas. 

Aproveito para dizer que existem opções mais saudáveis (para quem está nessa onda) e também vegetarianas. A Ana optou por uma salada (se a pedirem como prato principal é para esquecer, porque é minúscula) e a Lips é toda veggie e, por isso, pediu mesmo o cachorro Veggie. Vem com beringela, cogumelos e montes de coisas bem mais saudáveis que o meu ovo estrelado no topo do cachorro. 

Já eu, fiquei mesmo muito impressionada pelo Tuga. É saboroso, docinho, incrível! Se repararem na imagem, pedimos também umas batatinhas (chegam perfeitamente para duas pessoas) que vêm embanhadas em coentros e acompanhadas por 2 tipos de molhos: um molho de salsa e outro de açafrão (não fiquei nada fã deste último, confesso).

Como sobremesa, escolhemos ainda cheesecake, é a especialidade da casa: um de maracujá e um de oreo.

O lugar. Bonito e arejado. É quase como se fossem para o vosso jardim comer uma coisa prática de se comer. Por falar nisso, há todo um estratagema para se comer este cachorro. Vocês vão perceber. (Peçam guardanapos!)

O preço. Para ser sincera, não me custou muito dar cerca de 6 euros só pela minha refeição (cachorro, bebida e ainda as batatas). Acho que foi completa, rica e a limonada que bebi estava ótima! Sem dúvida que valeu toda a pena. E, olhando para a tabela de preços, não a achei algo fora de outro mundo. É o preço normal de uma especialidade inovadora em Lisboa: o cachorro urbano.


(8/10)

8 comentários:

  1. Em Julho fui lá com a minha irmã e provei o El Ramirez. Muito bom!
    O atendimento foi fantástico. Era a nossa primeira vez lá e o staff fez-nos o favor de explicar o conceito - sou um pouco esquisita com salsichas e eles explicaram-me que eu podia trocar o tipo de salsicha se não gosta-se do que sugeriam no menu. Para além de que o sitio é super fotogénico!

    É para voltar. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, eles são mesmo muito amáveis e tratam-nos como reis. Adorei lá estar!

      Eliminar
  2. As imagens são mesmo de abrir o apetite :)

    ResponderEliminar
  3. Quando lá fui também tinha ouvido falar bem dele, mas só passado um tempo é que realmente pude verificar se aquilo que diziam era verdade. Em geral, gostei do que vi e comi. Achei piada à pessoa que me estava a atender, porque eu tinha escolhido um cachorro com chili e essa pessoa avisou-me que tinha picante por duas vezes. E eu sempre "sim, eu sei". Quando provei o cachorro fiquei desiludida porque era suposto ser picante, mas não o era.
    Tanto o atendimento, como a qualidade/preço são bons. Tenho de lá voltar um dia destes :)

    ResponderEliminar
  4. Está super perto da minha Faculdade e como não peço sobremesa sai-me ainda mais barato que a tua conta. Gosto imenso (mas recuso-me a ir lá muitas vezes :b)

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic