21.2.16

HERE | in Miss Pavlova



Desde que soube que a Miss tinha chegado ao Porto, que soube que a tinha que visitar. A faculdade foi a culpada por não a ter visitado mais cedo, é claro. Porém, neste fim-de-semana resolvi tirar-lhe as culpas (finalmente!) e, numa tarde de sexta-feira solarenga (das mais fantásticas deste Inverno) provei a dita cuja.

Nhami é a melhor palavra para iniciar esta impressão gastronómica de uma coisa... inicialmente pouco gastronómica?! Ora vejam lá se sabem a que me refiro...




 começando pelo E S P A Ç O.




 apaixonei-me por estas chávenas!

Entram na loja Almada 13. Sim, ouviram bem. Loja. Que não tem Miss Pavlova escrito em lado nenhum, exceto na entrada num pequeno cartão redondo (que passa despercebido), que indica a presença da dita cuja. 

Ao entrarem, vão deparar-se com uma autêntica exposição de coisas bonitas disponíveis para venda: quadros bonitos, bijuteria sofisticada, óculos de sol e ainda YANKEE CANDLES. Sim, nunca pensei encontrar estas velas à venda neste sítio. Mas estão lá! (Com aqueles preços horríveis, mas estão.)
Além disto, é uma loja diferente, por vender imensos artigos vintage e ainda peças para decoração da casa. 

Muito bem Inês, mas e a Miss? Onde raio anda a Miss Pavlova no meio desta coisa toda? A Miss está bem lá no fundo da loja! Aí sim, veem um cartão que vos indica que chegaram ao vosso destino. A pastelaria é pequenina. Mas, de certa forma, suficiente. Não nos sentimos, de todo, sufocadas. Tem um ambiente descontraído, com paredes enfeitadas com estes quadros bonitos que vos mostrei, com ilustrações únicas que representam cada bolo que têm no menu. 


A PAVLOVA!




Soube tão bem rever estas fotos. Acreditem que a única coisa que tenho a dizer sobre isto é: No fim de comer a minha fatia, já só me sentia tentada a pedir outra.

A verdade é que já ia com o meu trabalho de casa bem feito e, por isso, sabia bem que o Floresta Negra era a pavlova a pedir, por ser o "mais típico da casa" e eu nestas situações, gosto de me ficar pelo seguro, ou seja, pelo que é aprovado por muitos no Zomato. Para azar meu, já não havia Floresta Negra para ninguém. No entanto, com qualquer um dos bolos da montra, a qualidade estava garantida e, analisando bem a montra e pensando em algumas fotos que já tinha visto pelo Little Tiny Pieces, lembrei-me que o Floresta Negra não fugia muito do aspeto do Frutas do Bosque e, entre o de maracujá e o banoffee, escolhi mesmo esse. E escolhi tão bem. Ainda me lembro de pensar: é isto. uma boa pavlova é mesmo isto.



O preço médio para um lanche de duas pessoas fica por cerca de 10 euros, como podem ver. E que belo lanche. A fatia é bem servida e o atendimento é excelente. E ainda consegui beber um sumo de laranja natural doce, o que é muito difícil de acontecer fora de minha casa, acreditem.



E agora só peço um regresso rápido! Para provar a tão famosa Floresta Negra e, quem sabe, levar uma daquelas chávenas rosa velho.

8 comentários:

  1. Inês, já estava a estranhar não ver uma publicação tua estes dias :p
    Pelo menos a decoração do sítio é bem gira :)) e escolhes-te cá uma fatia com tão bom aspeto!
    Beijinhos ♡♡

    ResponderEliminar
  2. Quero tanto uma fatia desse bolo! *.*
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Parece um lugar ótimo para ir. Quando voltar a Portugal, considerarei uma visita.
    O lanche tem um aspeto delicioso, é de dar fome a qualquer um.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Este espaço é uma maravilha! Ainda esta semana publiquei review lá no blog e...fui lá outra vez ontem ahah! Adoro!

    Jiji

    * GIVEAWAY - Ganha um Colar + Pulseira + 3 anéis da Coolares *

    ResponderEliminar
  5. Eh paaah! Que delícia! Quando visitarmos o Porto temos que ver se lá vaamos!

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic