20.4.16

DA SEMANA LEVO...


1. Uma experiência nova: massa integral. A primeira vez que a aprovei foi na cantina da Universidade. Quando o prato da Macro é massa integral, fico bem feliz. Mas, desta vez, decidi trazer a massa comigo e levá-la para o dia a dia. Aposto cada vez mais em jantares leves e, de preferência, coloridos! Quanto mais coloridos, mais nutritivos. (ou pelo menos eu gosto de pensar assim, acompanhem-me o entusiasmo)

2. Um filme nada incrível. Me, Earl and the Dying Girl foi o filme que escolhi ver - e há muito que o queria fazer, tendo em conta a quantidade de recomendações que me passaram pelos olhos - neste regresso a Lisboa. As 3h de alfa funcionam quase como uma sala de cinema em movimento. E a verdade é que os filmes ganham uma intensidade diferente, quando os vejo em viagem. Desta vez, não me surpreendi. Fui à procura de algo que me introduzisse novidade, quiçá sabedoria. Vim com absolutamente nada. Se eu pudesse descrever algo como "As piores sensações do mundo", ver um filme mau seria uma delas. Pareceu-me um bocadinho out of the box, porque o filme é-nos narrado na nossa pessoa, ou seja, é como se o espectador estivesse a pensar alto e isso se convertesse nas palavras do narrador, e isso é engraçado, admito. Mas a verdade é que a "A Culpa É das Estrelas" já estrelou e isto vem um bocadinho amarrado a essa história. Não me convenceu.

Mas para quem gostou, que argumente! Gostava mesmo de perceber se algo me escapou ou se sou só do contra.

3. Um wallpapper para semanas bonitas. Se eu vos disser que além do instagram, o Pinterest é um vício crescente, vocês acreditam, tenho a certeza que sim! E é nele que gosto de me inspirar às segundas-feiras. Especificamente nestes dias, porque sei que preciso de um empurrãozinho que me diga: "Vá lá, a tua vida é incrível. Vive-a e está caladita." E o empurrão desta semana veio em formato de papel de parede. Podem descarregá-lo aqui

4. Um wanna-wear-outfit.  A María Bernard tem um estilo do caraças. Apesar disso, normalmente não veste roupas que eu diria: Adoro, podia tão usar isto na semana que vem...! Mas esta semana, eis que vejo este conjunto no instagram dela e... amei aqueles mocassins azuis (nunca tinha visto este azul platinado, mas vou sonhar com ele, vos garanto!) mais aquele jumpsuit, que para quem me segue há algum tempinho, sabe que é uma peça intemporal no meu armário.

(foto retirada do instagram @maria_bernard)

9 comentários:

  1. Experimentava essa massa :) O filme também não me fascinou nada

    ResponderEliminar
  2. Massa integral é amor <3 (diz a viciada em massa!). Ainda não vi o filme, mas já ouvi opiniões como a tua, por isso a curiosidade...é nula xD

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Vi o Me and Earl and the dying girl há uns dias e adorei. Honestamente a única coisa que me parece semelhante nos dois filmes (este e o TFIOS) é existir uma rapariga que tem cancro, porque de resto acho completamente diferente. Acho que o the fault in our stars é muito mais dramático e irrealista, para além disso é, na minha opinião, um enredo muito mais focado no facto de a rapariga ter cancro (algo que me desiludiu imenso porque não o senti, ou pelo menos tanto, quando li o livro), enquanto que quando penso no Me and Earl and the dying girl, a primeira coisa que me vem à cabeça é o facto de eles recriarem filmes e de o Greg ter criado uma grande amizade que começou como algo forçado pela mãe (esta parte admito ser um pouco cliché).

    ResponderEliminar
  4. Adoro massa, mas nunca experimentei massa integral. Admito que fiquei com vontade, agora. Não posso opinar sobre o filme porque não o vi, mas pelo que já ouvi, também me parece que devem existir bastantes semelhanças entre ele e o "A Culpa é das Estrelas".
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. o outfit é lindo e tenho de experimentar essa massa integral :)
    quanto ao filme nao vi mas tinha ouvido imensas recomendações tal com tu
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Tenho imensa curiosidade para ver esse filme, um dia destes tenho de ver! O que se faz no Pinterest em concreto? Ultimamente vejo muitas pessoas a usar isso e não sei para que serve

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Pinterest é uma espécie de rede social, mas a partilha vai mais no sentido da inspiração. Podes baixar a aplicação para telemóvel, que a meu ver é bem mais simples e interativa, e lá podes encontrar receitas, tutoriais de maquilhagem, ideias DIY, etc. É uma partilha mundial de coisas bonitas! Eu particularmente adoro-o para encontrar wallpappers para o telemóvel e para me inspirar nos meus outfits do dia a dia.

      Espero ter-te esclarecido :)

      Eliminar
    2. Criei uma conta e é super divertido principalmente porque vai aos gostos de cada um! Se bem que ainda é um bocado confuso ahah muito obrigada pela recomendação :)

      Eliminar
  7. Só não sei se gosto de massa integral como essa ai :p

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic