7.5.16

HERE | in 100 MONTADITOS


O Zomato, para quem vive na cidade onde tudo acontece, é uma app indispensável. E, desta vez, trouxe-me uma bela sugestão: o 100 Montaditos.

"Ai e tal, servem um género de tapas e é tudo quase a 1€" Com uma montra assim, quem não iria querer experimentar?!




Estava num dia academicamente exaustivo, mas eis que fui resgatada pelas minhas colegas de quarto. 

Tudo o que precisam de saber acerca deste restaurante que o torna no plano ideal para um belo jantar a meio da semana é...

 


Tem nachos! E guacamole. E queijo cheddar. Divinais. Para tapas pedimos isto mesmo: nachos e batatinhas fritas com direito a pedaços de bacon, ora vejam:



Eles têm esta forma muito fácil e interativa de comunicar. Tudo tem uma lógica naquele restaurante. E tudo resulta em função dessa mesma lógica. 

Chegamos. O espaço é arejado e luminoso. Espaçoso. O que nos deixa bastante confortáveis. E depois esta forma de pedido é confortável também. É muito chato chegar-se a um restaurante e ficar-se uns 10min a olhar para a cara do funcionário, sem saber o que vamos de facto comer. Ou porque não conhecemos e temos medo de arriscar, ou porque simplesmente nos deu uma branca de inspiração para fazermos o pedido.

E isto simplifica! Chegamos, acomodamo-nos e voilà: ali está uma caneta e uma carta simples para podermos descrever o nosso pedido. O menu também está à mão e cada um dos 'montaditos' (=género de sandes incrivelmente boas e minis!) está numerado. É fácil. Basta escolhermos um, apontarmos e dirigirmo-nos ao balcão com o pedido.

Outra coisa out-of-the-box é: Na troca do pedido dão-vos uma espécie de relógio, que vai tremer quando o vosso pedido estiver pronto a ser levantado. Isto teve tanto de assustador - porque aquilo vibra a sério - como de encantador.



Depois das tapas - acreditam que comi, pela primeira vez, nachos? - eis que chegam os belos dos montaditos. 

Eu escolhi dois completamente às escuras, e não podia ter adorado mais: o primeiro tinha queijo brie, salmão fumado e molho de mostarda e mel (outra primeira experiência na minha vida! que boooom, fiquei feliz por o ter descoberto) e o segundo tinha frango, tomate, alface e molho kebab. 

Tinha que haver um segundo pedido, porque eles são realmente pequeninos. Mas eu acho que é isso que confere a autenticidade à coisa: o suposto é que repitam, que experimentem novos sabores, que não se fiquem por uma refeição copiosa e infinita, mas sim que possam quase provar todos os 100 montaditos da lista. O preço é pensado nesse sentido! Não acreditam se vos disser que cada uma pagou nem 5 euros pela refeição toda.

Todo o conceito do restaurante assenta no aperitivo, nas pequenas facadinhas que escolhemos dar na dieta, antes de passarmos para o prato principal. Como sabem, os espanhóis são experts nisto e termos a oportunidade de um 100 Montaditos, mesmo num dos pulmões de Lisboa é incrível.


Eu fui com 0 expectativas e voltei radiante. Experimentem


// 100 Montaditos, Campo Grande, em frente à  Faculdade de Ciências

14 comentários:

  1. Parece super divertido, delicioso e cheio de originalidade

    ResponderEliminar
  2. Que bom aspecto! Já ouvi falar imenso do 100 montaditos, mas ainda não calhou fazer uma visita. Adorei o conceito e o facto de ser propositadamente barato para podermos experimentar vários sabores. A forma como se faz o pedido é engraçada, já tive em sítios com máquinas dessas, que dão luz, apitam e tremem para irmos levantar o que pedimos, é de facto assustador :p

    ResponderEliminar
  3. Aos tempos que quero ir ao 100Montaditos espero que aconteça nos próximos tempos! Que bom aspecto"

    ResponderEliminar
  4. Tenho a sorte de ter um 100 Montaditos mesmo em frente à minha faculdade, o que já me valeu algumas idas a esse espaço! (:
    Já não vou lá há imenso tempo, mas pelo menos antes não existiam esses tais dispositivos que vibram de que falas (e que já vi na Nut). O que acontecia era algo igualmente engraçado: davas um nome ao pedido e depois chamavam-te usando-o! Quando fiz anos e fui lá com alguns colegas, utilizaram «Parabéns, Joana» e «Parabéns, outra vez», por exemplo! xD
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A nut ainda espera por uma visita minha! E não sabia que havia um Montaditos no Porto, vou com certeza levar lá as minhas amigas nortenhas :)
      Beijoca!

      Eliminar
  5. Que bom aspeto!
    Adoro batatas fritas com queijo e bacon. Tenho a sorte de conseguir encontrar em qualquer restaurante por aqui, então preciso de ter muita força de vontade para não comer demasiadas vezes.
    Nachos também é algo que queria experimentar, ainda não tive oportunidade.
    A forma de fazer o pedido é bastante interessante. Quanto ao aparelho que vibra, já fui a um restaurante que tinha isso, e também me assustei quando vibrou haha.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. foi tão inesperado! ahaha
      Nachos foi uma experiência daquelas. Não sabia sequer que aquilo ia 'saber' àquilo. Mas adorei :)

      Eliminar
  6. Eu adoro ir lá mas no que eu fui, ao efectuarmos o pedido dá-mos um nome e depois eles chamam por nós. É muito engraçado porque cada um dá o nome que quer e dá para rir :)

    ResponderEliminar
  7. Ver este post dá logo vontade de voltar lá para experimentar novos sabores. Cá em Leiria não há essa espécie de relógio, feito o pedido eles ficam com o nosso nome e assim preparado o pedido chamam por nós. Admito que fiquei perdida no menu bastante tempo, mas na próxima ida os nachos são para provar

    ResponderEliminar
  8. Também nunca comi Nachos :D mas estou super curiosa! Acho que por cá por Braga também há o 100 Montaditos, tenho de lá ir. Deixaste-me com fome, não é justo :D

    http://theeyesofamermaid.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Que coisas boasss! a ideia de escrever o próprio pedido é super gira :p

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic