14.9.16

DOCUMENTARY | First comes love

Ontem estava a fazer um scroll na zona de documentários do Netflix e eis que encontro este. 
FIRST COMES LOVE. O título chamou-me. 

Nina Davenport é uma mulher de 41 anos, cujo desejo de ser mãe perdurou mais do que as suas relações amorosas. É uma mulher que, ao afastar-se cada vez mais dos seus 20 anos, se vê num impasse: Devo encontrar o amor verdadeiro, casar e ter filhos ou inverter a situação e decidir ter filhos primeiro que tudo o resto, eventualmente, um dia chegue? Pelo título do documentário, penso que já saberão dizer qual foi a sua decisão.

A Nina fez-me lembrar eu. Não que no meu plano de vida esteja escrito: ser solteira aos 41 anos e ter um filho com a ajuda da Medicina mas o facto de querer registar tudo, com a maior realidade e beleza possíveis, faz-me lembrar eu: de câmara na mão, a fazer perguntas existenciais e emocionais às pessoas em meu redor, nomeadamente à minha família. Adorei o facto de os familiares dela não se sentirem - nem um pouco! - incomodados com as perguntas ou com a câmara que ela sempre segurava na mão. Fez-me lembrar eu, porque de certa forma, os meus também já se habituaram a mim, assim. 

Sem querer desvendar mais, aconselho-vos MUITO a verem este documentário. Está belo. Está perfeito. Está intimista. Fez-me querer iniciar um documentário da minha vida!

2 comentários:

  1. Uau, este teu texto deixou-me com a pulga atrás da orelha! :o Talvez veja o documentário!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. obrigada pelo comentário <3
    não conhecia, mas fiquei muito curiosa :D

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic