25.2.17

#SEVENDAYSOFME | 2 PESSOAS QUE ME INFLUENCIAM


Eu tenho imensas influências na minha vida, das boas. Podia começar nos meus pais, no meu irmão e acabar em personalidades públicas que me chegam ao coração. Mas hoje, escolhi realçar duas amigas fortes que fazem de mim uma pessoa mais "pronta para viver".



a F I L I P A 
É a minha arma de ferro. Desde que a conheci, que me tornei mais capaz. 
Quando nos começamos a conhecer melhor, na faculdade, eu achava-a um pedacinho distante, por ser tão segura e independente. Olhava para ela apenas na qualidade de "colega", mas rapidamente começamos a ser aliadas. Eu acho que é a melhor palavra para descrever a nossa amizade: uma aliança. Defendemo-nos, erguemo-nos e motivamo-nos uma à outra. É muito difícil estudar horas e horas, presas numa biblioteca sem cor. É difícil vermos positividade nas situações de alto stress. Mas nós, não sei como, conseguimos ajudar-nos. Uma conta uma piada, goza, ironiza e, de repente, lembramo-nos do que é mais importante: nós e o nosso bem-estar.

Mas apesar da nossa convivência estar constantemente ligada à faculdade, partilhamos muito mais. A Filipa é uma das minhas melhores amigas e eu não tenho como não a classificar desta forma. É uma das amigas mais maduras que tenho e, com ela, aprendi a exigir mais de mim e do meu trabalho. Quando eu achava que o que tinha feito era uma obra de arte, ela, no seu tom querido e desconcertante, dizia-me sempre: Não achas que podíamos mudar isto? e, de facto, eu podia escolher a forma mais fácil de gerir essa emoção e pensar Que seca que esta miúda é, pá, não está bem com nada mas aquilo que sempre me deixou satisfeita foi o facto de as sugestões me acrescentarem algo, algo que eu claramente não estava a ver.

As suas maiores influências em mim recaem sobre: 

O MEU ESTADO EMOCIONAL; se eu estou a fritar com um exame ou me sinto insegura com uma etapa da minha vida, a Filipa tranquiliza-me, faz-me ver the big picture. E o facto de ela me conseguir desenhar o que se está a passar na realidade, faz com que eu limpe os meus obstáculos e consiga resolver os meus problemas. Ela simplifica-me.

A MINHA CAPACIDADE DE AUTO-DEFESA; Se eu me achava uma durona, esta pessoa tornou-me uma ultra durona! Ensinou-me a defender-me mais. Fez-me ver que nem sempre a simpatia é a resposta certa para lidar com pessoas desagradáveis. Aplaudiu-me nas minhas atitudes, principalmente naquelas que eram badass. E, por isto, só lhe posso ficar grata.


a B I A
É a pessoa mais poética que eu conheço. E tenho em mim a certeza de que partilho com ela uma das amizades mais puras, genuínas, da minha vida. Sinto que quando estamos juntas, só há espaço para sermos quem somos, de verdade. Se estamos tristes sobre alguma coisa, vamos dizê-lo, se calhar vamos até esmiuçar a razão desse sentimento até ele parecer tão inútil que desaparece, como se uma bolha de ar rebentasse.

Sabem aquela frase que antecipamos quando sabemos que vamos dizer algo muito ridículo? Connosco, essa coisa do "se calhar isto vai parecer estúpido" tem vindo a desaparecer também. Quando falamos, não existem pensamentos refutáveis. Tudo é válido, desde que seja sentido. Curamos muitas vezes as pequenas feridas uma da outra e sabemos discutir quando uma de nós não está a pensar com o cérebro todo. 

Somos duas pessoas bastante intelectuais e emocionais e não sabemos olhar para as coisas do mundo e ficar por aí. Se a Bia vir uma flor, ela não vai nunca apenas olhar para ela nessa condição. Ela vai pensar nela, talvez recolhê-la e pô-la atrás da orelha, num dia de Primavera. Vai refletir sobre a natureza, mesmo quando parece que não há nada para refletir. Ela é muito conectiva. Tudo na vida lhe parece alinhado, mesmo quando se desalinha. A Bia tenta retirar um significado das coisas mais simples da vida e isso é aquilo que a torna complexa.

As suas maiores influências em mim recaem sobre: 

O MEU ESTILO PESSOAL; não há dia em que não pense que aquela miúda podia ir diretinha para a capa da Vogue. Apesar de, na maioria dos dias, ter um estilo muito relaxado, sabe ser senhorinha e mais sexy quando se sente na mood para tal e foi ela a razão pela qual eu descobri o Meu Perfume Ideal.

A PERSPETIVA DE MIM; não é novidade que precisamos de humanos que nos relembrem constantemente do valor que nós temos e esse meu pequeno humano é a Bia. Ela está sempre a dizer-me o que acha de mim, o bom e o mau (mais vezes o bom...) e isso faz-me evoluir. Mesmo quando eu ando distraída de mim, ela sintoniza-me nas minhas qualidades e faz-me feliz.

***

Espero apenas que ambas as miúdas aqui descritas saibam já de metade disto que aqui foi referido, porque não há altura alguma em que não lhes diga o quão valiosas são na minha vida.

1 comentário:

  1. Que bonito Inês. Que linda análise e sincera que fizeste a duas influências tão grandes na tua vida. Maior parte das pessoas referiu os pais e não podia deixar de concordar. Porém, abordar as amizades desta forma é carismático. Mesmo de bater palmas. Espero mesmo que elas façam parte da tua vida por muito tempo, pois parece que te preenchem mesmo de uma forma única.
    Beijo enorme!

    ResponderEliminar

YOU are here. Thanks for that.

 
Designed by Beautifully Chaotic